Vacina Anti-Rábica e Registro de Cães

A raiva canina é uma doença presente em quase todo o mundo e tem como causa o vírus da raiva. A raiva não afeta apenas os cães, e pode ser transmitida aos humanos por meio da saliva do animal, causando quase 100% de morte após o contágio. Mesmo nos dias atuais, com o avanço da medicina, o tratamento para esta doença é quase impossível.

Alguns podem até pensar que no Japão não há casos da doença, mas em novembro de 2007, uma pessoa que foi mordida em um país onde há casos da doença morreu após voltar ao Japão, com o desenvolvimento da doença. Já o último caso de raiva animal em humanos no Japão ocorreu há 36 anos atrás.

Cerca de 55 mil pessoas no mundo inteiro morrem todos os anos infectadas pela raiva animal.

No Japão, não foram mais registrados casos da doença em animais desde 1957, mas com o aumento do fluxo de pessoas e animais pelo mundo inteiro, não se pode mais descartar a possibilidade de ocorrência da raiva canina no país.

Por isso, deixamos algumas medidas de segurança à população:

– Para evitar a infecção, evite o contato desnecessário com cães, gatos e animais silvestres no exterior;

– Caso leve uma mordida de animal em uma zona considerada de risco de contágio da doença, vá imediatamente a um hospital ou instituição médica.

– Para evitar o contágio e, no pior dos casos, uma epidemia de raiva, a medida preventiva é uma só: a vacina anti-rábica.

Caso a raiva animal chegue ao Japão, se 70% ou mais dos donos tiverem vacinado seus cães, é possível controlar consideravelmente o avanço da doença.

Por não haver casos de raiva animal nos últimos 50 anos, muitos consideram a vacinação desnecessária, mas nada impede que o vírus presente em quase todos os países do mundo entre no Japão novamente.

Não pense que não há necessidade de vacinar o seu cachorro porque cria ele dentro de casa. Vacine-o sem falta!

Além disso, caso ocorra um surto de raiva canina, é importante que o seu cão esteja registrado para que haja um controle mais efetivo dos riscos (localização e quantidade de cachorros na região, etc).

O registro do cão (apenas uma vez na vida) e a vacinação anti-rábica anual são deveres obrigatórios estabelecidos pela Lei de Prevenção da Raiva Canina.

A vacinação anti-rábica ocorre todos os anos nos meses de abril e maio. Leve o seu bicho de estimação às vacinações coletivas de sua cidade ou província ou à clínica veterinária mais próxima de sua casa.

*Vacina Anti_Rábica – Kyoukenbyou Yobou Chuusha

*Castração ou contracepção – Hinin-Kyosei no Shujutsu

*Local de quarentena – Doubutsu Kennekisho

Comentários nesta página

comments

Em: Sociedade

Artigos Relacionados